10.11.10

O CALENDÁRIO HEBRAICO

Nissan ou Aviv (15 de Março á 15 de Abril)

Lyar ou Ziv (15 de Abril á 15 de Maio)

Sivan (15 de Maio á 15 de Junho)

Tammuz (15 de Junho á 15 Julho)

Av (15 de Julho á 15 de Agosto)

Elul (15 de Agosto á 15 de Setembro)

Tishrei ou Eitanim (15 de Setembro á 15 de Outubro)

Heshvan ou Marcheshvan ou Bul (15 de Outubro á 15 de Novembro)

Kislev ou Chislev (15 de Novembro á 15 de Dezembro)


Referências:

- "As palavras de Neemias, filho de Hacalias. E sucedeu no mês de kislev, no ano vigésimo, estando eu em Susã, a fortaleza," (Neemias 1:1)

- "Aconteceu, pois, no ano quarto do rei Dario, que a palavra do Senhor veio a Zacarias, no dia quarto do nono mês, em kislev." (Zacarias 7:1)

Clima:

- Começam as chuvas de inverno (neve em algumas regiões)

Tevet (15 de Dezembro á 15 de Janeiro)

Shevat (15 de Janeiro á 15 de Fevereiro)

Adar (15 de Fevereiro á 15 de Março)

_____________________________________________________________________

(Adar - Shen)*
Um segundo Adar  ------{ Era acrescentado a cada três meses, para que o calendário lunar                                   correspondesse ao ano solar.

_____________________________________________________________________



1º O clima prova: Yeshua não nasceu em Kislev (novembro-dezembro)


O clima no mês de Kislev, lá no Oriente Médio

- A Bíblia confirma que havia grandes chuvas neste mês?

Então todos os homens de Yehudah e Benjamim, em três dias, se ajuntaram em Yerushalayim; era o nono mês, no dia vinte  do mês; e todo o povo se assentou na praça da Casa de D-us, tremendo por este negócio e por causa das grandes chuvas.” (Esdras 10:9)


- A Bíblia confirma que fazia frio neste mês?

Estava, então, o rei assentado na casa de inverno, pelo nono mês; e estava diante dele um braseiro aceso.” (Jr 36:22)

Estariam os pastores no campo num período de grandes chuvas e frio?

E aconteceu que, estando eles ali, se cumpriam os dias em que ela havia de dar a luz. E deu à luz o seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem. Ora, havia, naquela mesma comarca, pastores que estavam no campo e guardavam durante as vigílias da noite o seu rebanho.” (Lc 2:6-8)


Recenseamento (alistamento) no mês das chuvas e frio?

Naqueles dias, foi publicado um decreto de César Augusto, convocando toda a população do império para recensear-se. Este, o primeiro recenseamento, foi feito quando Quirino era governador da Síria. Todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade. Yosef (José) também subiu da Galiléia, da cidade de Natzaré, para a Judéia, à cidade de David, chamada Belém, por ser ele da casa e família de David, a fim de alistar-se com Miryiam (Maria), sua esposa, que estava grávida.”  (Lc 2;1-5)

Fatores a considerar:

- Belém está a 140 km de Natzaré;

- Belém está aproximadamente a 250 metros acima de Natzaré;

- As precárias condições das estradas;

-  Os meios de transporte disponíveis: camelo ou burrico;


2º O nascimento de Yohanam o imersor (João Batista) relacionado com o de Yeshua o Ungido:

a) Siga os passos acompanhando o calendário que divide o ano em 24 quinzenas.

- David divide o ano sagrado dos hebreus em 24 turnos ou quinzenas, definindo assim a ordem de cada turma para prestar os serviços do santuário.


E David os repartiu, como também a Zadoque, dos filhos de Eleazar; e a Aimeleque, dos filhos de Itamar; segundo o seu ofício no seu ministério.

E os repartiram por sortes, uns com os outros; porque houve maiorais do santuário e maiorais da Casa de D-us, assim dentre os filhos de Eleazar; como dentre os filhos de Itamar.

E saiu a primeira sorte a Jeoiaribe, a segunda, a Jedaias;

a sétima, a Hacoz; a oitava, a Abias; a vigésima terceira, a Delaías; a vigésima a quarta a Maazias.” (I Cr 24:3,5,7,18)

b) Zacarias exercia o sacerdócio quando o anjo anunciou o nascimento de Yohanam o imersor:

- Zacarias (pai de Yohanam o imersor)  era sacerdote da ordem de Abias {oitavo turno, 2ª quinzena do mês de Tammuz (1ª quinzena do mês de julho)}:


Existiu, no tempo de Herodes, rei da Judéia, um sacerdote, chamado Zacarias, da ordem de Abias, e cuja mulher era das filhas de Arão; o nome dela era Isabel.” (Lc 1:5)

"E aconteceu que, exercendo ele o sacerdócio diante de D-us, na ordem da sua turma, segundo o costume sacerdotal,

Então, um anjo do Senhor lhe apareceu, posto em pé, à direita do altar do incenso.

E Zacarias, vendo-o, turbou-se, e caiu temor sobre ele. Mas o anjo lhe disse: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhes porás o nome de João.”  (Lc 1:8,11-13)


c) Zacarias volta pra casa

- Zacarias voltou para casa, após o término dos serviços (1º dia mês de Abe, 1º dia da 2ª quinzena de julho) e sua esposa concebeu e ocultou por cinco meses (Tebete, 2ª quinzena de dezembro):


Sucedeu que, terminados os dias de seu ministério, voltou para casa. Passados esses dias, Isabel, sua mulher, concebeu e ocultou-se por cinco meses, dizendo:” (Lc 1:23)


d) O anúncio do nascimento do Senhor Yeshua

- Miryiam (Maria) recebeu o aviso de sua gravidez pelo anjo Gabriel. Nesta ocasião, sua prima, Isabel, estava no sexto mês (Shevat, 2ª quinzena de janeiro) de gestação:

No sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado, da parte de D-us, para uma cidade da Galiléia, chamada Natzaré, a uma virgem desposada com certo homem da casa de David, cujo nome era Yosef (José); a virgem chamava-se Miryiam (Maria).

Mas o anjo lhe disse: Miryiam (Maria), não temas; porque achaste graça diante de D-us.

Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Yeshua. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; D-us, o Senhor, lhe dará o trono de David, seu pai; ele reinará para sempre sobre a casa de Yakov (Jacó), e o seu reinando não terá fim.

Então, disse Miryiam (Maria) ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum?

E Isabel, tua parenta, igualmente concebeu um filho na sua velhice, sendo este já o sexto mês, para aquela que diziam ser estéril.”  (Lc 1:26,27,30-34,36)


e) Miryiam (Maria) na casa de Isabel

- Miryiam (Maria) fica com Isabel os últimos três meses (Adar, fevereiro-março), (Aviv, março-abril) e  (Ziv, abril-maio) da gravidez de sua prima, que veio dar a luz a partir de 15 de abril.

Naqueles dias, dispondo-se Miryiam (Maria), foi apressadamente à região montanhosa, a uma cidade de Yehudah, entrou na casa de Zacarias e saudou Isabel. Ouvindo esta a saudação de Miryiam (Maria), a criança lhe estremeceu no ventre: então, Isabel ficou possuída pelo Espírito Santo.

E exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre!

E de onde me provém que me venha visitar a mãe do meu Senhor? Miryiam (Maria) permaneceu cerca de três meses com Isabel e voltou para casa.

A Isabel cumpriu-se o tempo de dar à luz, e teve um filho.

Ouviram os seus vizinhos e parentes que o Senhor usara de grande misericórdia para com ela e participaram do seu regozijo.

Sucedeu que, no oitavo dia, foram circuncidar o menino e queriam dar-lhe o nome de seu pai Zacarias.” (Lc 1:39-43, 56-59)


f) O nascimento do Senhor Yeshua

- Quando Isabel estava com 6 meses de gestação (Shevat, 2ª quinzena de janeiro), na mesma data Miryiam (Maria) concebeu, então contando-se 9 meses a partir do mês de Shevat, temos: (Bul, 2ª quinzena de outubro).



Nota: Escrevi esta postagem depois que li uma sobre o mesmo assunto, que me foi muito proveitosa e reveladora. Porém não apenas li, mas também estudei com calma e notei que a postagem que li dava-me o nascimento do Adom Yeshua na primeira quinzena de outubro, ou seja, no mês Etanim.

Procurando onde estaria a divergência (de 15 dias) entre a minha contagem e a que me inspirou, notei que somente levando em consideração que Yochanam o imersor (João Batista) fosse fruto do Espírito do Eterno e não do ato convencional, já que Zacarias já era avançado de idade e Isabel era estéril, a primeira contagem estaria correta pois Isabel já estaria grávida a partir do momento que um anjo do Senhor revelou a Zacarias durante seu turno.

Porém tenho certeza que esses 15 dias de diferença, não muda a intenção da postagem que é provar que o Ungido jamais nascerá em dezembro.

FIQUE ATENTO!!!


25 de dezembro é o nascimento do deus-sol-invicto dos pagãos:

"Então, me disse: Viste, filho do homem, o que os anciãos da casa de Israel, fazem nas trevas, cada um nas suas câmaras pintadas de imagens? E eles dizem: O SENHOR não nos vê, o SENHOR abandonou a terra. E disse-me: Tornarás a ver ainda maiores abominações do que as que estes fazem.

E levou-me à entrada da porta da Casa do SENHOR, que está da banda do norte, e eis que estavam ali mulheres assentadas chorando por Tamuz. E disse-me: Viste, filho do homem? Verás ainda abominações maiores do que estas.

E levou-me para o átrio interior da Casa do SENHOR, e eis que estavam à entrada do templo do SENHOR, entre o pórtico e o altar, cerca de vinte e cinco homens, de costas para o templo do SENHOR e com o rosto para o oriente; e eles adoravam o sol, virados para o oriente." (Ez 8:12-16)


O nascimento de Yeshua, em 25 de dezembro, acaba por fazer com que se dê honra ao deus-sol.

A solenidade do natal foi instituída para substituir as festas pagãs do sol invicto, no solstício de inverno (..) A igreja do oriente sempre celebrou o nascimento de Yeshua no dia 6 de janeiro, na festa da Epifania. No Ocidente sempre foi o dia 25 de dezembro.”   
(Informativo da Diocese de Marília-SP – Ano I – nr 4 – Dezembro/98 Editor: Vanderley Sampaio – http://www.sampaio.jor.br/nomeiodenos/edic04/04forma.htm )

 “Os cristão se deslumbraram diante das festas pagãs do deus-sol, celebrados no solstício de inverno, o dia mais curto do ano (21 ou 22 de dezembro, no hemisfério norte). A partir de então, passaram a proclamar, o natal de Jesus no dia 25 de dezembro.

Eles se deram conta de que o Sol vem para dissipar as trevas do coração humano, arrebatar dos túmulos os que jazem na morte e inaugurar uma nova criação repleta de vida, alegria, realização e dignidade, é Jesus.”( Pe. Carlos James dos Santos, SJ, membro do CCB.http://www.ccbnet.org.br/companhia/comp003mat001.htm )



P.s: Ouçam pregações bonitas é muito bom pra aliviar o coração n'um dia de tribulação. Mas acima de tudo leiam, estudem, busquem na palavra, não passem a vida comendo apenas do que vos é dado mas vão em busca do alimento que o próprio Eterno tem pra nos oferecer. 
A palavra do Eterno não é para que "doutores da lei" venham interpretar para transmitir seções de psicologías. Mas para que possamos compreender nossa história milenar, a história do nosso povo, pois somos um só povo judeus e gentios, natural e zambujeiro enxertado. E compreendendo toda a nossa história será difícil implantarem teologias malígnas em nosso meio. Mas a cima de tudo respeitem e ebedeçam seus líderes.
Eu amo a verdade que me liberta a cada dia!!!



L Gustavo Sousa.